O que faz a French Press ser tão especial?

A resposta para a pergunta título deste post envolve diversos fatores. Pode ser a elegância da cafeteira que, apesar de ter sido registrada em 1929, já existe desde os anos 1850. Ou ainda a facilidade para a French Press produzir um café fantástico sem precisar de manual. Mas a gente gosta de ressaltar dois elementos que, para nós, são os principais: controle e sabor.

O fato de ser um método de preparo por imersão ajuda a explicar. A água não passa pelo pó de café, mas se mistura a ele pelo tempo que você julgar necessário (nós recomendamos cerca de quatro minutos). Depois disso, você controla a velocidade pela qual a bebida irá passar pelo filtro, o que também influencia no resultado final.

Especialistas costumam dizer que este é  o modo de preparo que mais valoriza as características naturais do grão. De fato, a Prensa Francesa faz um café de gosto mais refinado, retendo a maior parte dos óleos essenciais do café. Aliás, a imersão também contribui para que ele tenha mais cafeína que outros métodos, pois a água possui mais tempo para absorver o máximo do pó.

Uma terceira característica importante para o sucesso da French Press, é que seu café é mais encorpado – não tanto quanto um espresso, claro. Diversos fatores podem influenciar do corpo da bebida: a concentração da extração, a quantidade de óleos do grão, as partículas de suspensão e outros.

A verdade é que a gente poderia ficar um dia inteiro escrevendo sobre o que torna essa cafeteira a queridinha de muita gente – principalmente dos hipsters -, mas agora queremos saber de vocês. O que você mais gosta na French Press?

compartilhe nas redes:

0 resposta

  1. Estou bebendo um café agora mesmo feito em uma french press. Apesar de você ter dito tudo reafirmo que dá pra perceber os óleos essenciais em suspensão na xícara, tornando a bebida muito mais saborosa.
    Uma das coisas que eu gosto muito também é a facilidade de limpeza, principalmente porque eu só tomo o café sem açucar. Então eu jogo uma água passo a mão no vidro e no filtro e pronto. Tenho até medo de colocar detergente e depois ficar transferindo o sabor para os próximos cafés, então só a água basta para limpá-la.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *