Café: mitos e verdades

A internet é uma fonte de informações incrível, mas acaba nos entregando conteúdos que nem sempre são reais. Muita gente já deve ter lido matérias que nos deixaram com peso na consciência de alguns ingredientes e preparos. O café, é claro, também não escapou.

Por isso, separamos aqui alguns mitos e verdades sobre a nossa bebida favorita. Pegue uma xícara e dê uma olhada!

O café tira o sono
Verdade. A bebida contém cafeína, substância estimulante do sistema nervoso central, que manda o sono pra longe e nos deixa mais atentos. Por esse motivo, é importante evitar o consumo do café depois das 16h, para que ele não acabe atrapalhando o seu sono!

Não tem problema tomar muito café
Mito. Assim como tudo na vida, é preciso dosar o consumo também do café. Os exageros podem sim acabar prejudicando a saúde e gerar sintomas como ansiedade e irritabilidade.

Crianças não podem tomar café
Mito. Se ingerido com leite em pequenas quantidades, o café não é prejudicial para os pequenos. Se o seu receio é sobre a cafeína, saiba que outros alimentos, como o chocolate e o chá, também têm a substância.

Café causa gastrite
Mito. Não existem evidências de que o consumo moderado da bebida por pessoas saudáveis seja prejudicial. No entanto, uma parte da população é mais sensível à cafeína e, nestes casos, deve evitar o consumo do café.

Café deve ser guardado na geladeira
Mito. O café absorve muita água e oxida rápido. Por isso, é melhor guarda-lo em um lugar seco, longe da luz, e em um recipiente bem fechado.

Café envelhece
Mito. E, na verdade, pode ser até o contrário! Por possuir substâncias antioxidantes, o café pode retardar o envelhecimento das células se consumido moderadamente.

O café prejudica a absorção de cálcio
Nem mito, nem verdade. Novamente, o problema aqui é a quantidade e o organismo. Se consumido em excesso, ele pode sim causar este problema.

 
Ficou na dúvida sobre qual é a dose diária ideal de café? A tabela abaixo foi publicada pela ABIC – Associação Brasileira da Indústria de Café.
Lembre-se que cada organismo é diferente, então, fique atento aos sinais do seu corpo e procure um médico caso sinta algum desconforto, certo? 

Sem Título-6

compartilhe nas redes: